Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Outubro, 2015

Atrevimento

Não é original é uma aguarela feita por mim! Do Monet tem a inspiração. Grande atrevimento o meu !. Mas o mundo também é dos atrevidos.
"Continuando na senda do meu post de ontem, realmente para os atrevidos, qualquer terreno é muito pequeno ".
Chega-se ao desplante de ir falar com Instituições Internacionais, sem ter qualquer mandato, nem de votantes, nem do P.R. para justificar o desejo injustificável de ocupar o lugar de P.M..
Enfim as perspectivas para a ambição não serão muito animadoras, mas o desejo é o maior do mundo, nada o demovendo da sua intenção.
 As empresas e investidores estão já a sofrer as consequências da ambição do Sr. Costa, e mesmo assim a expectativa é grande. Os Portugueses são bem vistos no Mundo. Espero que agora não estraguem tudo.
O  desemprego, irá , no pior dos cenários,  aumentar .
Mas que interessa isso ao Sr. Costa e aos outros intervenientes neste interlúdio?
Não sei o que está por detrás.
Mas é, certamente, algo de muito importante e volum…

Bom senso, bem raro!

Estamos a viver uma tragicomédia com a hipotética formação de um governos após as eleições de 4 de Outubro de 2015.
Só hoje tomei consciência quando alguém me interpelou e com a maior das canduras, perguntou: afinal quem ganhou as eleições?
Fiquei a olhar para a senhora e não respondi de imediato.
"Pois, olhe, foram os partidos que estavam no governo.
Resposta:- Mas como se agora aparece este C... .. a falar com uns e outros e a dizer que vai governar.
Respondi- É assim mesmo, não ganhou, mas queria ganhar e como tal esta a fazer o que tinha em mente no caso de ter ganho as eleições.
Resposta: Ai , assim já percebo, mas nunca tinha visto isto!"
E, assim, eu digo que algo de muito estranho se passa no meu país em que as regras mínimas da democraticidade já não são respeitadas.
Não se respeitam os resultados eleitorais, não se respeitam os partidos ganhadores, não se respeita o P.R. e não se respeitam os portugueses que foram eles que votaram como quiseram.
Daqui para a frente…